Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

365 dias

Photo Blog

Para iniciar o fim-de-semana com uma dose extra de energia e boa disposição

 

Pudim Chia 3.jpg 

Pudim de Chia com Frutos Vermelhos e Maca

 

Durante a semana a alvorada é às 6h30 da manhã o que para uma pessoa que adora dormir é duro de aguentar.

Há dias em que o meu cérebro está completamente KO e nem uma dose extra de cafeína soluciona o problema.

Tenho por isso perdido algum tempo a procurar receitas de pequenos-almoços que me deem uma dose extra de energia e que possam ser preparados de véspera.

E foi assim que cheguei ao Pudim de Chia um pequeno-almoço saudável, nutritivo e saciante que também pode ser usado como sobremesa.

A receita é simples e pode ser preparada de véspera, ideal para manhãs apressadas ou para casos como o meu em que de manhã só mesmo com o piloto automático ligado.

Existem muitas versões para esta receita que com algumas variantes andam mais ou menos pelo mesmo.

Como foi a primeira vez que fiz, simplifiquei!

 

Pudim Chia 1.jpg

 

Para o pudim de chia vão precisar de:

1 chávena e meia de chá de Leite de amêndoa

½ chávena de chá de Sementes de chia

1 colher de chá de mel (colocar de acordo com o vosso gosto)

 

É só colocar todos os ingredientes dentro de um frasco fechado e ir agitando até as sementes ficarem hidratadas (se não fizerem isto correm o risco das sementes ficarem depositadas no fundo numa massa compacta).

Usei o leite de amêndoa porque era aquele que tinha cá em casa, mas podem optar por outro (aveia, arroz, coco, avelã, etc).

Podem também usar baunilha para aromatizar e dar sabor já que o pudim tem pouco sabor.

No fim colocar no frigorífico (o ideal é fazer isto à noite e de manhã já está pronto).

 

Para a cobertura vão precisar de:

1 chávena de chá de frutos vermelhos congelados

½ banana

1 colher de sobremesa de maca

½ limão

Mel q.b

Pólen de abelha q.b

 

Colocar tudo no liquidificador ou varinha mágica e triturar até formar um puré consistente e suave. Provar e afinar as doses dos ingredientes.

Deitar por cima do pudim previamente solidificado.

Guarnecer a gosto com frutos silvestres, banana, folhas de hortelã ou aquilo que mais gostarem. Polvilhar com o pólen de abelha.

 

Pudim Chia 2.jpg

 

E por fim desejo-vos um excelente fim-de-semana :)

 

Instagram

Comer o que nos faz sentir bem

 

2K5A1543.JPG

 

Desde muito miuda que a minha mãe se via aflita para que eu tivesse uma alimentação dita "normal".

Bom a verdade é que essa normalidade nunca chegou à minha vida, porque de facto eu não gostava de carne, o leite "branco" dava-me a volta ao estômago, o pão em exagero deixava-me uma sensação de peso e para ajudar à festa não morria de amor por bolos e sobremesas. Isto valeu-me muitas vezes a designação de "esquisitinha", "enjoadinha" e muitas outras palavras acabadas em "inha".

Se juntarmos a isto o facto de ter crescido nos anos 80 onde toda esta onda de alimentação saudável (hoje em dia tão na moda) não estar ao alcance da maior parte das mesas portuguesas e ainda o facto de ter sido educada numa família de 5 filhos é fácil perceber que aqui não havia tempo, nem lugar para “esquisitices”… foram anos a suster a respiração para conseguir beber um copo de leite, a comer só couves aos domingos quando o almoço era cozido à portuguesa e a tentar explicar o inexplicável.

Situações caricatas que me fazem sorrir e perceber que mais do que manias eram a minha forma de estar.

Colocar de lado definitivamente alguns destes alimentos não foi uma opção mas antes uma exigência física que exigiu muito pouco esforço da minha parte (com excepção do açucar onde tive que ser mais disciplinada).

De há uns anos a esta parte tenho tentado respeitar esse meu lado que tantas vezes foi contrariado por falta de tempo, por falta de alternativas (almoços à pressa e em cima do joelho) e mesmo por negligência da minha parte numa espécie de "deixa andar"... às vezes tenho a sensação que somos engolidos pelo dia-a-dia e vamos deixando tanta coisa de nós para trás.

O yoga veio despertar em mim essa consciência que com o tempo se tornou uma necessidade: respeitar e ouvir o que o meu corpo pede. Seja um alimento, seja mais horas de descanso ou qualquer outra coisa. Ouvir-nos!

Mudei de hábitos, criei novas rotinas, desfiz-me de coisas velhas, limpei a casa e todos os dias tento arrumar ideias.

A acompanhar as minhas novas rotinas estão os meus pequenos almoços que faço antes e pós exercicio.

Não lhe posso chamar de treino porque por enquanto limito-me a ir correr, caminhar ou andar de bicicleta ao ar livre, preferencialmente junto ao mar.

Para o pequeno almoço de hoje preparei algo simples, delicioso e leve: iogurte natural + banana + framboesas + sementes de chia.

Só isto!

Tão simples e tãaaaooo bom

 

2K5A1458.JPG

 

2K5A1558.JPG

 

2K5A1519.JPG 

Instagram

Um pequeno almoço saudável para iniciar mais uma semana

peq.almoço5A5416.jpg

Tostas caseiras com abacate e morangos

 

Nem sempre há tempo para preparar o pequeno-almoço como deve ser.

E muito menos para toma-lo, sentada calmamente como deveriam ser todos os pequenos-almoços.

A verdade é que as manhãs são quase sempre a correr para não dizer mesmo caóticas no que toca ao tempo.

Por isso e sempre que posso, para ganhar tempo, recorro à blogosfera ou a alguns livros que tenho em casa, para me inspirarem e ajudarem a tornar as manhãs um pouco mais calmas.

E quando consigo fazer isso, nem que seja uma vez por semana, já me dou por satisfeita.

O pequeno-almoço de hoje foi inspirado numa receita que tirei do livro “Receitas leves” do chef José Avillez.

A receita original tinha malagueta e beterraba. A beterraba foi substituída pelos morangos que lhe dá um gosto mais fresco e leve.

Quanto à malagueta foi mesmo eliminada porque, para mim, é demasiado forte para ser ingerida logo de manhã.

 

Aqui vai a minha adaptação da receita:

1 Abacate

4 Morangos

1 Colher de chá de sumo de lima

Amêndoas laminadas e torradas q.b.

Raspa de lima q.b.

Sal Marinho q.b.

 

Triturar o abacate com o sumo de lima e o sal até obter uma pasta. Colocar numa taça e por cima dispor os morangos cortados em pequenos pedaços e as amêndoas.

As tostas foram feitas com fatias muito finas de pão alentejano, temperadas com azeite, pimenta, sal e alecrim. Levar ao forno a cerca de 180º até ficarem tostadas e servir com o patê de abacate.

 

Consumir de preferência sentada, calmamente em frente ao mar, com exposição solar q.b. e acompanhado por uma boa chávena de café.

 

Um excelente início de semana para todos!

 

Instagram

Boommm diaaaa e boa sexta-feira!

tostaovo9O1818.jpg

 

Hoje o dia começou assim…. pão com ricota, abacate e ovo.

Este é um pequeno-almoço que me deixa satisfeita até à hora do almoço. Bom para aqueles dias em que precisamos de uma dose extra de energia.

De textura cremosa e suave o abacate traz muitos benefícios à nossa saúde e tem a capacidade de nos manter saciados durante bastante tempo (evitando aqueles ataques de fome, que nos levam a fazer as mais escabrosas asneiras gastronómicas).

Há milhares de receitas com estes ingredientes, aqui pela blogosfera, por isso não faço ideia se a receita é nova.

Deixo-vos a versão que fiz hoje:

- Uma fatia de pão (usei pão 8 cereais).

- Barrar a fatia de pão com queijo ricota.

- Colocar o abacate fatiado em cima da camada de queijo (às vezes coloco umas gotas de lima por cima do abacate).

- Por cima, o ovo escalfado.

- E por último, pimenta preta moída na altura. Desta vez, coloquei também uns grãos de pimenta rosa e ficou ótimo.

 

Bom apetite!

 

tostaovo9O1878.jpg

 

tostaovo9O1833.jpg

 Homemade

 

Instagram

Bom dia!

Sabiam que o pequeno almoço é a refeição mais importante do dia?!?!

Claro que sabiam.... todos nós sabemos.

Teorias à parte, comecem o dia com coisas que vos dêem prazer, energia e boa disposição. O meu começou assim:

 

net.jpg

 

Instagram

Brunch

lxfactory01.jpg

 

Para quem gosta de pequenos-almoços tardios, prolongados e completos, aqui fica um sítio giro, onde podem tomar o vosso Brunch – o Wish Slow Coffe House, no Lx Factory.

Estivemos lá no sábado!

O espaço é giro e acolhedor, mas não é muito grande, pelo que rapidamente fica cheio.

O brunch Ibérico fica a 12€ por pessoa e inclui croissant, pão e tostas, manteiga, doce e paté, fruta e iogurte com granola, sumo natural do dia, tábua de queijos e enchidos, sopa, café latte e mini pancakes.

Para os mais pequenos ou menos comilões, há também o mini brunch.

 

lxfactory.jpglxfactory05.jpg

 Brunch Ibérico

 

O brunch é a refeição ideal para um fim-de-semana descontraído :)

 

lxfactory2.jpg

Enjoy the Weekend

 

 

Instagram

Bom dia!

Hoje começámos o dia assim, com um beijo de bom dia, acompanhado de um sorriso e um iogurte natural com Granola e frutos silvestres…. tão bommmm….. Boa sexta-feira!

 

almoço4jpg.jpg

almoço1.jpg

Wake me up… with Love

 

Instagram

Granola

P3.jpg

 

 

Domingo foi dia de voltar à rotina, arrumar tralhas e preparar tudo para a semana, depois de umas mini férias de puro ócio.

Como tenho a mania da organização, gosto de programar as minhas refeições semanalmente e prepará-las o mais possível em casa, evitando assim ao máximo, alimentos processados e refeições apressadas que nos levam muitas vezes a “a comer qualquer coisa para despachar” ou o “que houver no frigorífico”.

Assim, reservo quase sempre uma parte do meu fim-de-semana para fazer esta gestão. Vou ao mercado, onde gosto de comprar os legumes e as frutas, verifico o stock de mercearia e aproveito para o repor de acordo com as necessidades da semana que se avizinha. Entre listas de compras, alinhavo aquilo que serão as minhas refeições, de forma a poupar dinheiro e muito tempo.

Começo pelos pequenos-almoços, a refeição que realmente gosto e aprendi a comer, que me dá forças e ânimo para aguentar o resto do dia.

Esta semana resolvi fazer Granola. Faço-a em quantidades razoáveis e guardo-a em frascos, bem fechada, para que a possa ir utilizando ao longo do mês. É deliciosa, no iogurte, no leite, com fruta ou até mesmo sem nada.

Não sai barata, mas garanto que as compensações ao nível de saúde e energia compensa algum dinheiro que possamos gastar com ela.

É verdade que há uma enorme variedade de produtos nas prateleiras do supermercado, que saem mais em conta, mas deixo-vos a certeza que nada se compara ao cheirinho que nos invade a casa ao prepara-la, ao gozo que temos ao saber o que estamos a comer e ao prazer que tiramos do sabor maravilhoso que tem.

A receita é feita meio a olho, conforme o que me apetece no momento e tenho vindo a afina-la de cada vez que a faço.

 

P11.jpg

Deixo-vos aqui, a receita que fiz desta vez e que corresponde às fotografias do post.

O que usei:

  • Aveia
  • Amêndoas
  • Nozes
  • Avelãs
  • Sementes de Girassol
  • Sementes de Sésamo
  • Sementes de Abóbora
  • Sementes de Linhaça
  • Lascas de Coco
  • Banana desidratada
  • Canela (em pó e 1 pau de canela)
  • Óleo de Coco
  • Mel

P15.jpg

 

 P5.jpg

 

1.Partir em pedaços, mais pequenos, as amêndoas, avelãs e nozes; colocá-las juntamente com os restantes ingredientes numa taça e misturar.

 

P12.jpg

 

2. Aquecer o mel e o óleo de coco (só ate ficar morno e liquido) e envolver a mistura com uma colher de pau.

3. Levar ao forno a 180º, num tabuleiro forrado com papel vegetal.

4. Vigiar cuidadosamente, mexendo de vez em quando, para tostar uniformemente e evitar queimar.

5. Quando estiver dourada retirar do forno e deixar arrefecer.

6. No final coloquei as lascas de coco e a banana desidratada.

 

Basicamente podem escolher os frutos e sementes que mais gostam e fazer a vossa própria mistura. Há quem coloque também bagas de goji, passas ou frutas cristalizadas. Eu prefiro com os que fiz e se me apetecer, na altura, misturo fruta fresca, mas é tudo uma questão de gosto.

 

Ultima ressalva, comer com moderação (o que às vezes é difícil), porque apesar de saudável esta receita é calórica.

P4.jpg

 

Just Make It… with Love

 

 

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre Mim

Olá! Criei este espaço para partilhar momentos, fotografias, viagens e locais que vou conhecendo. Todas as fotos publicadas são da autoria do 365dias... espero que gostem!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D