Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

365 dias

Fruta e mais fruta - uma dose extra de cor e sabor no nosso dia

colours.jpg

 

 

A receita é simples, pratica e saudável. Ou melhor, não há receita é combinar as frutas que mais gostamos, coloca-las num frasco e come-las onde nos apetecer. Na praia, no trabalho, na escola, no parque ou mesmo à secretária.

A minha filha almoça todos os dias na escola e por opção minha leva comida de casa. Dá um pouco mais de trabalho, mas compensa em bem-estar.

Desta forma sei sempre o que ela come em qualidade e quantidade.

Tento ao máximo que leve coisas praticas, saudáveis e apetecíveis, mas a miúda ao contrário de mim, foge dos vegetais como o diabo foge da cruz e não gosta de fruta.

Comecei então a pensar em formas criativas de impingir-lhe aquilo que menos gosta: enfrascar a fruta foi uma delas.

E fiquei fã....  das milhares de combinações saudáveis e saborosas que servem de lanches, sobremesas ou snacks para petiscar entre as refeições.

O vidro conserva melhor os alimentos, é mais saudável e muito mais prático do que os recipientes em plástico.

Ela acha piada e as amigas também. Ainda não sei ao certo quem é que come a fruta, mas o frasco passou a vir vazio para casa.

Também podem fazer com saladas.

Fica a dica para os dias de calor, as idas à praia, as marmitas dos miúdos ou mesmo os almoços no dia-a-dia de trabalho.

Instagram

Desafio da alimentação

sushi03net.jpg

Mais sobre esta salada aqui 

 

 

Fui desafiada pelo João do blog João Freitas Farinha - Fotografia para responder a algumas perguntas sobre a minha alimentação.

E porque os olhos também comem não podia ficar indiferente a este desafio aproveitando para fazer um rewind de alguns post que tenho publicado aqui no blog.

Obrigada pelo convite 

 

 

O que costumas comer no dia-a-dia?

Com exceção da carne como tudo…. Tudo o que gosto.

Há quem diga que sou um autêntico gafanhoto …. Muito mau, eu sei! 

 

Preferes doce ou salgado?

Salgado sem qualquer sombra de dúvida.

 

tostaovo9O1818.jpg

 Pequeno almoço energético. Saibam mais aqui

 

 

E quanto a dieta, preocupas-te com isso ou comes sem pensar no amanhã?

Depende….. se me colocarem à frente uma coisa que realmente goste o “amanhã não existe”.

O lado positivo é que no geral gosto de coisas saudáveis e tenho uma alimentação equilibrada muito à base de legumes e frutas, sem grandes excessos o que me permite algumas extravagâncias que são rapidamente compensadas e minimizadas pelo dia-a-dia.

Enquanto uns se babam por uma fatia de bolo eu sou aquele nerd que está a olhar para a fatia de melão, manga ou morangos e a pensar “que maravilha!”

 

Qual é a tua comida e sobremesa favorita?

Adoro couve-flor gratinada, legumes estufados, salteados ou assados. Adoro castanhas assadas, peixe grelhado (preferencialmente consumido em frente ao mar num dia de verão), caril de legumes bem apurado e picante, risotto de alho francês e queijos, muitos queijos.

Não sou de grandes sobremesas e por isso tenho alguma dificuldade em nomear uma…. Mas adoro fruta que como a toda a hora.

 

peq.almoço5A5416.jpg

 Vejam a receita aqui

 

 

O que é que odeias comer, mas comes porque precisas?

Não como nada que não goste….. nunca comi cabrito, borrego, pato, coelho, almondegas e por aí fora (estava aqui até amanhã) nem em criança 

A minha mãe obrigava-me a beber leite com chocolate frio ao lanche na praia e dizia-me que se não bebesse não crescia entre outras coisas tipo ou bebes isso já ou blá blá blá e eu debaixo de fogo lá bebia….. ainda hoje não suporto leite com chocolate frio (na praia) lol…. Mas adoro leite com chocolate quente….. paradoxos do universo feminino …. Vá-se lá entender ;)

Também não gosto de fritos (principalmente do cheiro).

Quando não gosto não como mesmo e não se fala mais no assunto.

 

Quanto pesas? Querias pesar mais ou menos? Estás satisfeita com o teu peso? 

Peso 57 kg… acho eu…. Pelo menos era o que eu pesava da última vez que subi a uma balança, há uns 6 meses atrás…. Não ligo muito à balança e vou gerindo a coisa mediante os meus níveis de energia…. Sei que se emagrecer muito começo a ficar cansada e se engordar para além do que é normal começo a ficar desconfortável.

Portanto essa é a minha tabela.

O meu peso ideal? Não tenho… mas tento manter-me na casa dos 56 kg mais coisa menos coisa.

 

fruta1808net.jpg

 

 

Qual a fruta favorita?

Se é fruta então já é favorita.

Estão a ver a relação que tenho com a carne?

Pois com a fruta é o oposto. Não há fruta que tenha provado e não tenha gostado.

Tento comer a fruta da época …. É mais barata, está dentro do tempo dela, é mais saborosa e acredito que nos fornece o que precisamos no momento. A natureza é sabia! 

Tenho sempre à mão uma peça de fruta, principalmente maçãs (preferencialmente reinetas que como ao natural, assadas, cozidas, fatiadas ou em puré sempre com muita canela à mistura).

 

Comes ou gostas de verduras e legumes?

Gosto de tudo o que seja verduras e legumes. 

Na minha lógica os legumes não são o acompanhamento mas o prato principal e é por essas e por outras que sou muitas vezes afastada da cozinha (he he he).

Às vezes lancho cenouras …. no local de trabalho… é TOP bem sei 

 

confraria1net.jpglimonada01net.jpg

 

 

Quantas refeições fazes diariamente?

Não faço a mínima ideia.

O gafanhoto passa o dia a comer …. Basicamente

Nem lhe chamo refeições…. Tirando o almoço e o jantar….

Ahhh e não saio de casa sem levar reforços… mesmo que tenha acabado de comer….

Sempre coisas light…. maçãs, frutos secos, iogurtes, bananas sempre no plural e companheiros da vida.

 

almoço1.jpg

Um dos meus pequenos almoços preferidos. Vejam a receita aqui e aqui

 

 

O que  gostarias de comer, mas o teu consciente não permite?

Queijos, queijos e mais queijos!!!

Mas não me refiro aos queijos frescos ou requeijão que também gosto.

São mesmo aqueles queijos tipo serra da estrela, azeitão, roquefort, brie que fazem disparar os nossos níveis de colesterol.

Como mas confesso que é difícil me controlar.

 

Batatas fritas de pacote….. são o meu calcanhar de aquiles…. se abro o pacote só fico satisfeita quando vejo o fim, mesmo que isso signifique ficar enjoada durante umas boas horas.

Deixei de comprar e ter em casa. No supermercado faço de conta que este corredor não existe.

 

E para finalizar até porque já são horas do almoço vou desafiar o blog The Travellight World e o blog da mami para darem continuidade ao desafio.

 

 

Instagram

Para iniciar o fim-de-semana com uma dose extra de energia e boa disposição

 

Pudim Chia 3.jpg 

Pudim de Chia com Frutos Vermelhos e Maca

 

Durante a semana a alvorada é às 6h30 da manhã o que para uma pessoa que adora dormir é duro de aguentar.

Há dias em que o meu cérebro está completamente KO e nem uma dose extra de cafeína soluciona o problema.

Tenho por isso perdido algum tempo a procurar receitas de pequenos-almoços que me deem uma dose extra de energia e que possam ser preparados de véspera.

E foi assim que cheguei ao Pudim de Chia um pequeno-almoço saudável, nutritivo e saciante que também pode ser usado como sobremesa.

A receita é simples e pode ser preparada de véspera, ideal para manhãs apressadas ou para casos como o meu em que de manhã só mesmo com o piloto automático ligado.

Existem muitas versões para esta receita que com algumas variantes andam mais ou menos pelo mesmo.

Como foi a primeira vez que fiz, simplifiquei!

 

Pudim Chia 1.jpg

 

Para o pudim de chia vão precisar de:

1 chávena e meia de chá de Leite de amêndoa

½ chávena de chá de Sementes de chia

1 colher de chá de mel (colocar de acordo com o vosso gosto)

 

É só colocar todos os ingredientes dentro de um frasco fechado e ir agitando até as sementes ficarem hidratadas (se não fizerem isto correm o risco das sementes ficarem depositadas no fundo numa massa compacta).

Usei o leite de amêndoa porque era aquele que tinha cá em casa, mas podem optar por outro (aveia, arroz, coco, avelã, etc).

Podem também usar baunilha para aromatizar e dar sabor já que o pudim tem pouco sabor.

No fim colocar no frigorífico (o ideal é fazer isto à noite e de manhã já está pronto).

 

Para a cobertura vão precisar de:

1 chávena de chá de frutos vermelhos congelados

½ banana

1 colher de sobremesa de maca

½ limão

Mel q.b

Pólen de abelha q.b

 

Colocar tudo no liquidificador ou varinha mágica e triturar até formar um puré consistente e suave. Provar e afinar as doses dos ingredientes.

Deitar por cima do pudim previamente solidificado.

Guarnecer a gosto com frutos silvestres, banana, folhas de hortelã ou aquilo que mais gostarem. Polvilhar com o pólen de abelha.

 

Pudim Chia 2.jpg

 

E por fim desejo-vos um excelente fim-de-semana :)

 

Instagram

Comer o que nos faz sentir bem

 

2K5A1543.JPG

 

Desde muito miuda que a minha mãe se via aflita para que eu tivesse uma alimentação dita "normal".

Bom a verdade é que essa normalidade nunca chegou à minha vida, porque de facto eu não gostava de carne, o leite "branco" dava-me a volta ao estômago, o pão em exagero deixava-me uma sensação de peso e para ajudar à festa não morria de amor por bolos e sobremesas. Isto valeu-me muitas vezes a designação de "esquisitinha", "enjoadinha" e muitas outras palavras acabadas em "inha".

Se juntarmos a isto o facto de ter crescido nos anos 80 onde toda esta onda de alimentação saudável (hoje em dia tão na moda) não estar ao alcance da maior parte das mesas portuguesas e ainda o facto de ter sido educada numa família de 5 filhos é fácil perceber que aqui não havia tempo, nem lugar para “esquisitices”… foram anos a suster a respiração para conseguir beber um copo de leite, a comer só couves aos domingos quando o almoço era cozido à portuguesa e a tentar explicar o inexplicável.

Situações caricatas que me fazem sorrir e perceber que mais do que manias eram a minha forma de estar.

Colocar de lado definitivamente alguns destes alimentos não foi uma opção mas antes uma exigência física que exigiu muito pouco esforço da minha parte (com excepção do açucar onde tive que ser mais disciplinada).

De há uns anos a esta parte tenho tentado respeitar esse meu lado que tantas vezes foi contrariado por falta de tempo, por falta de alternativas (almoços à pressa e em cima do joelho) e mesmo por negligência da minha parte numa espécie de "deixa andar"... às vezes tenho a sensação que somos engolidos pelo dia-a-dia e vamos deixando tanta coisa de nós para trás.

O yoga veio despertar em mim essa consciência que com o tempo se tornou uma necessidade: respeitar e ouvir o que o meu corpo pede. Seja um alimento, seja mais horas de descanso ou qualquer outra coisa. Ouvir-nos!

Mudei de hábitos, criei novas rotinas, desfiz-me de coisas velhas, limpei a casa e todos os dias tento arrumar ideias.

A acompanhar as minhas novas rotinas estão os meus pequenos almoços que faço antes e pós exercicio.

Não lhe posso chamar de treino porque por enquanto limito-me a ir correr, caminhar ou andar de bicicleta ao ar livre, preferencialmente junto ao mar.

Para o pequeno almoço de hoje preparei algo simples, delicioso e leve: iogurte natural + banana + framboesas + sementes de chia.

Só isto!

Tão simples e tãaaaooo bom

 

2K5A1458.JPG

 

2K5A1558.JPG

 

2K5A1519.JPG 

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre Mim

Olá! Criei este espaço para partilhar momentos, fotografias, viagens e locais que vou conhecendo. Todas as fotos publicadas são da autoria do 365dias... espero que gostem!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D