Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

365 dias

É Carnaval.... ninguém leva a mal!

Quando penso no Carnaval fico sempre dividida entre um NÃO GOSTO e um GOSTO MUITO.

Gosto das cores da multidão, imaginada ao gosto de cada um.

Gosto dos risos fáceis e tolos que não precisam de qualquer justificação. Da alegria tonta de rir sem maldade …… do outro e de nós próprios. Da ironia de fazer humor com problemas sérios da nossa sociedade.

É a altura do ano em que podemos ser o que quisermos, sem que ninguém nos leve a mal ou a sério.

Gosto do empenho das pessoas e das tradições genuínas que se fazem perpetuar nesta festa. Dos contrastes que se vivem e da diversidade cultural que encontramos espalhadas um pouco por todo o nosso país.

O Carnaval possuí uma forte tradição em Portugal. Algumas zonas do país levam um ano inteiro a preparar esta festa que arrasta multidões para as ruas, para ver o corso passar. Entre os mais conhecidos estão o Carnaval de Torres Vedras, Sesimbra, Ovar, Loures, Lamego, Loulé, Sines, Madeira e Açores (entre tantos outros).

Carnavais que vale a pena viver de perto, representativos da nossa cultura e identidade e que têm as suas origens nas nossas mais remotas tradições populares.

A par disto, o Carnaval tem também um lado mais sombrio. Aquele que camuflado pela premissa “é carnaval ninguém leva a mal”, faz com que o pessoal cometa as maiores parvoíces, disfarçadas por um espirito de brincadeira e divertimento que não tem mesmo graça nenhuma. São as bolas de água que se projetam sobre as pessoas, os ovos e a farinha… uma salganhada.

Pessoas como eu, que nestes dias tentam manter alguma normalidade, vivem "aterrorizadas" em por o pé fora de casa, por estarem sujeitas a levar com um ovo ou outro objeto voador não identificado ….. não é agradável!

Para quem tem filhos pequenos, o Carnaval é também uma época especial… eles adoram mascararem-se das suas personagens favoritas. É a altura em que o seu mundo “faz de conta” materializa-se e torna-se realidade fora de portas e do ambiente familiar.

Pelo menos até chegarem à adolescência e começarem a substituir os fatos queridos e engraçados por bombinhas de mau cheiro que deixam propositadamente no elevador à hora que a vizinha chata do andar de cima vai passear o cão…. Hoje perguntei à minha filha, se lá na escola ainda havia este péssimo hábito dos ovos, dos balões de água e das bombas de mau cheiro. Ao que ela respondeu, com a maior da naturalidade: SIM! CLAROOOOOO…..

Posto isto e se me dão licença vou ali atirar um ovos podres à janela e deixar umas bombinhas de mau cheiro no andar de cima…..

 

Bom Carnaval!

 

Instagram

1 comentário

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre Mim

Olá! Criei este espaço para partilhar momentos, fotografias, viagens e locais que vou conhecendo. Todas as fotos publicadas são da autoria do 365dias... espero que gostem!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D