Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

365 dias

Um dia em 365 dias

14494753_10209368471723118_8803865581173345826_n.j

 

Um dia volto aqui

Volto aos lugares que conheci contigo e onde achei que eramos felizes

Um dia volto a sorrir

Sorrir de saudade … sorrir por ver que também sorrimos

Um dia reconstruo-me, reinvento-me , ergo-me das cinzas,

deixo de ser invisível e tento ser eu novamente

Um dia tento esquecer

O eu que ficou perdido nas memórias dos sítios, nos campos devastados pela saudade

Um dia não será mais um fim mas um novo recomeço

 

Instagram

Cascais Vila Luminosa

LUMINA6799.jpg

Running in Circles, Dancing in Waves - quando a luz toma forma e cor e parece ganhar corpo numa dança constante (Largo do Prior)

 

Está a decorrer em Cascais a 5ª edição do Lumina - Festival da Luz e é possível visitá-lo até amanhã.

Nós para não variar descemos até à vila pelo 3º ano consecutivo e deixámo-nos fascinar pelos cenários mágicos e os jogos de luz e cor. 

Durante os quatro dias que dura o evento as principais ruas e alguns parques foram invadidos por animais gigantes, flores luminosas, florestas encantadas, espaços de sombra e luz num percurso que nos leva a percorrer alguns dos pontos mais emblemáticos da vila. 

Existe um mapa e um percurso sequencial que guia os visitantes pelas 22 obras espalhadas num trajeto de aproximadamente três quilómetros.

O evento começa às 20h00 e termina às 24h00 e é gratuíto. Convém chegar cedo para conseguirem ver tudo com calma.

Tal como aconteceu no ano passado gostámos bastante.

 

LUMINA7353.jpg

Os Coelhos gigantes da australiana Amanda Parer invadiram a baía de Cascais sob o tema Intrude

 

 LUMINA6712.jpg

Fachada da Casa das Histórias da Paula Rego

 

LUMINA6740.jpg

No Octopus Garden, nos jardins do Museu do Mar podemos observar uma série de jogos de contraste entre luz e sombra

 

LUMINA7310.jpgLUMINA7036.jpg

 À esquerda, largo da Câmara projeções num edifício. À direita na fachada da Igreja da Misericórdia são os visitantes que escolhem o tema da projeção através de uma instalação interativa de multimédia

 

LUMINA0129.jpgLUMINA7900.jpg

 Adorei os vestidos feitos em fibra óptica que pareciam aparições esvoaçantes no escuro da noite no parque Marechal Carmona (à esquerda). À direita o Garden of Light na Marina de Cascais, junto à fortaleza

 

LUMINA7536.jpg

No passeio D. Maria Pia, junto à estátua de D. Carlos assistimos a uma representação intitulada "Baile dos Candeeiros" onde os artistas interagem com o publico

 

LUMINA7988.jpg

Video Mapping nas paredes exteriores da cidadela com a projeção de The Butterfly Light (Turismo de Macau)

 

LUMINA0086.jpgLUMINA8263.jpg

No parque Marechal Carmona os efeitos de luz e cor envolvem-nos num ambiente mágico e fazem-nos sentir numa floresta encantada (à esquerda). Já no fim do percurso encontramos uma instalação suspensa e luminosa designada por Photo Sensitive (à direita)

 

LUMINA8154.jpg 

 Espalhadas pelo parque Marechal Carmona as esculturas luminosas de vários animais domésticos e selvagens surpreendem quem passa

 

Instagram

A praia fluvial de Fernandaires

FernadeiresNET4304.jpg

 

Quando decidimos ir conhecer algumas praias fluviais do nosso país percorremos uma zona bastante grande, cheia de cantos e recantos que resultaram em paisagens todas elas diferentes entre si. Já de regresso a casa fizemos uma última paragem onde ficámos algumas horas.

Deixámos para trás as pitorescas ribeiras e chegámos ao rio Zêzere, principal afluente do Tejo, onde a paisagem se expande e o cenário se abre perante a enorme extensão de água proveniente deste grande rio.

É neste grande lago azul que vamos encontrar a praia fluvial de Fernandaires, a cerca de 12 km de Vila do Rei, junto à pequena povoação que lhe dá o nome, em plena albufeira de Castelo de Bode, uma das maiores reservas nacionais de água.

Rodeada de grandes montanhas cobertas de pinhais e vegetação densa, é difícil ficar indiferente à beleza e grandiosidade da paisagem que aqui se veste em tons de verde e azul.

 

fernandeiresNET4372.jpgfernadeiresNET4021.jpg

 

Fernandaires é um óptimo local para se ir em família. O espaço envolvente é amplo e dispõe de um pequeno areal onde se pode colocar o chapéu de sol e estender a toalha.

A profundidade das águas exigiu a instalação de uma piscina flutuante dividida em duas secções, uma delas menos profunda própria para crianças, garantido assim a segurança dos mais pequenos.

A praia é vigiada durante toda a época balnear, dispõe de um bar de apoio (onde servem refeições e petiscos), balneários e uma zona de estacionamento.

FernadeiresNET4226.jpg

 

Como complemento ou alternativa aos mergulhos no rio existem diversos programas que podem fazer sozinhos ou em grupo (passeios terrestres, de barco, cable wakeboard), basta pedirem informações no local ou consultarem o site desta praia.

Os adeptos dos desportos náuticos encontram aqui um excelente spot para a pratica de muitas modalidades. No local é possível alugar canoas, caiaques, catamarans à vela, ski aquático e wakeboard com barco equipado com skis, prancha e skipper

Para quem ainda não conhece o wakeboard é um desporto onde a pessoa se coloca em cima de uma prancha e é puxada à superfície da água por um barco ou por um sistema de cabos (cable wakeboard). São colocados alguns obstáculos flutuantes/ rampas no local que permitem aos participantes mais experientes fazer saltos e acrobacias.

A praia de Fernandaires dispõe ainda de um Cable Park permitindo a prática de wakeboard sem necessidade de recorrer a um barco, tornando a modalidade menos dispendiosa e mais amiga do ambiente. Foi-nos dito no local que seria conveniente fazer marcação já que este desporto tem ganho muitos adeptos nos últimos tempos.

 

FernadeiresNET4227.jpg

 

Em 2016 a Quercus distinguiu esta praia com medalha de ouro devido à qualidade da sua água e à preservação paisagística do local.

Mais um lugar de paragem obrigatória!

Instagram

Brevemente no blog...

... as nossas aventuras por aqui!

formentera009.jpg

 

Instagram

Praia do Malhadal - Continuamos à beira rio

malhadal3364.jpg

Piscina flutuante da Praia do Malhadal

 

De todas as praias fluviais que visitámos esta foi a que mais gostámos, pelo ambiente calmo e tranquilo e pela exuberância da natureza à sua volta.

Envolvida por um verde deslumbrante, longe de qualquer localidade, este é o local ideal para quem gosta de tranquilidade e contacto com a natureza.

A praia do Malhadal está localizada na base da Serra de Alvéolos, nas margens da ribeira da Isna (afluente do Rio Zêzere), a cerca de 7 km da vila de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco.

O acesso é bom e feito por estrada alcatroada. Partindo de Proença-a-nova em direcção à Sarzedinha basta seguir as indicações até ao local.

O local é marcado por encostas com vegetação abundante, intercaladas pela ribeira da Isna que alarga o seu caudal numa extensa represa de cerca de 1 km, com corrente constante mesmo nos meses de verão.

Para além da piscina flutuante situada na margem direita da ribeira, existe também um bar com esplanada, casas de banho, posto de primeiros socorros e uma zona para estender a toalha.

malhadal3558.jpg

A piscina é vigiada e está localizada numa zona profunda do rio junto do bar e das restantes infraestruturas de apoio. Um pouco mais à frente, nas margens da ribeira, encontramos recantos e zonas com menos profundidade que permitem mergulhos, insufláveis e piqueniques junto a um parque de merendas.

 

NETmalhadal3545.jpgmalhadal3779.jpg

 

Parece que o local começa a encher lá para as 17h00, portanto se querem usufruir deste paraíso cheguem cedo.

A zona permite também passeios pedestres pelos arredores e ao longo da ribeira, num percurso que preserva alguns elementos da antiguidade do local (uma antiga ponte filipina) e trilhos por entre a natureza que conduzem até aos moinhos e açude da aldeia da Cabrieira (aldeia de xisto).

malhadal3834.jpg 

Praia e piscina fluvial - Malhadal

 Se não conhecem vale bem a pena dar um saltinho até lá.

Bons mergulhos para todos!

Instagram

Bom fim-de-semana

Pôr-do-sol sem filtros na Lagoa de Santo André (Santiago do Cacém)

Sigam-nos no facebook e no nosso instagram

 

carolpatriciacarolnrafa6395.jpg

 

Instagram

Praia fluvial do Mosteiro - Uma praia na Aldeia

 

mosteiro3006.jpg

Praia fluvial do Mosteiro

 

É muito fácil chegar a esta praia, localizada no concelho de Pedrogão Grande, junto da pequena aldeia do Mosteiro que lhe dá o nome.

Saindo de Pedrogão Grande seguimos em direção a Pampilhosa da Serra, passamos por Fontainhas, Troviscais e um pouco mais à frente viramos para a Aldeia do Mosteiro. O acesso é bom assim como a estrada e a sinalética que a acompanha.

Ao contrário da primeira praia aqui respira-se calma e tranquilidade, talvez porque chegámos logo de manhã, pela fresquinha e o recinto ainda estava quase vazio.

Alimentada pelas águas da ribeira da Pêra (que nasce nos pontos mais elevados da Serra da Lousã) a piscina foi construída em pedra de xisto (material da região), formando uma extensa represa onde é possível nadar, alugar uma canoa ou divertir-se num escorrega.

A represa é ladeada por um extenso relvado, onde podem estender as toalhas e por grandes árvores que proporcionam ao local algumas áreas de sombra quando o calor aperta. Não sei como será nos outros dias mas quando lá estivemos a temperatura da água estava muito boa.

A ponte em madeira que atravessa a piscina permite encurtar o caminho para o outro lado do relvado em direção ao bar/restaurante e aos balneários/ wc's.

mosteiro3059.jpgmosteiro2814.jpg

 Os espaços verdes, a presença de infraesturas e a zona extensa de água tornam esta praia um local ideal para levar as crianças

 

Para além de uns bons mergulhos podem aproveitar para passear pelos arredores, circundando o recinto da piscina, andar pelas ruas da aldeia do Mosteiro (praticamente desertas) e conhecerem alguns elementos arquitectónicos das antigas infraestruturas que sustentaram, durante séculos, a vida dos habitantes desta aldeia: os moinhos, as levadas e os lagares.

Localizado mesmo abaixo da represa, está um pequeno moinho de rodízio recuperado e no lado oposto junto ao bar/restaurante, o velho lagar de azeite, também ele recuperado, mantém a traça original da sua fachada e serve agora de apoio à praia e restaurante/bar. 

À frente do velho moinho a ribeira segue o seu curso, calmamente por entre as pedras roladas e o verdejante das grandes árvores que a acompanham.

 

mosteiro2844.jpgmosteiro2954.jpg

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre Mim

Olá! Criei este espaço para partilhar momentos, fotografias, viagens e locais que vou conhecendo. Todas as fotos publicadas são da autoria do 365dias... espero que gostem!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D