Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

365 dias

Photo Blog

Um pequeno almoço saudável para iniciar mais uma semana

peq.almoço5A5416.jpg

Tostas caseiras com abacate e morangos

 

Nem sempre há tempo para preparar o pequeno-almoço como deve ser.

E muito menos para toma-lo, sentada calmamente como deveriam ser todos os pequenos-almoços.

A verdade é que as manhãs são quase sempre a correr para não dizer mesmo caóticas no que toca ao tempo.

Por isso e sempre que posso, para ganhar tempo, recorro à blogosfera ou a alguns livros que tenho em casa, para me inspirarem e ajudarem a tornar as manhãs um pouco mais calmas.

E quando consigo fazer isso, nem que seja uma vez por semana, já me dou por satisfeita.

O pequeno-almoço de hoje foi inspirado numa receita que tirei do livro “Receitas leves” do chef José Avillez.

A receita original tinha malagueta e beterraba. A beterraba foi substituída pelos morangos que lhe dá um gosto mais fresco e leve.

Quanto à malagueta foi mesmo eliminada porque, para mim, é demasiado forte para ser ingerida logo de manhã.

 

Aqui vai a minha adaptação da receita:

1 Abacate

4 Morangos

1 Colher de chá de sumo de lima

Amêndoas laminadas e torradas q.b.

Raspa de lima q.b.

Sal Marinho q.b.

 

Triturar o abacate com o sumo de lima e o sal até obter uma pasta. Colocar numa taça e por cima dispor os morangos cortados em pequenos pedaços e as amêndoas.

As tostas foram feitas com fatias muito finas de pão alentejano, temperadas com azeite, pimenta, sal e alecrim. Levar ao forno a cerca de 180º até ficarem tostadas e servir com o patê de abacate.

 

Consumir de preferência sentada, calmamente em frente ao mar, com exposição solar q.b. e acompanhado por uma boa chávena de café.

 

Um excelente início de semana para todos!

 

Instagram

Momentos doces em Cascais

chcolate5A5135NET.jpg

Brigadeiros Gourmet do "Segredo dos Anjos" no Mercado do Chocolate - Cascais @2016  

 

Para quem não teve oportunidade de visitar a Feira do Chocolate em Lisboa, saibam que o chocolate também está em Cascais... até amanhã!

São cerca de 30 expositores onde confeiteiros, distribuidores, chefes de cozinha e apreciadores se reúnem para mostrar o que têm de melhor, no mercado mais doce do ano.

Entre tablets, bombons, brigadeiros, brownies, trufas e fondants de vários géneros, o difícil vai ser escolher o que provar.

A entrada no mercado é gratuíta.

Foi uma perdição ... e lá se foi a dieta.... as imagens falam por si!

 

chocoilate5A5239NET.jpgchocolate5A5132NET.jpg

A "Fábrica das Bombokas" e o "Segredo dos Anjos" no Mercado do Chocolate em Cascais @2016

 

chocolate5A5264NET.jpgchocolate5A519NET3.jpgchocolate5A5179NET.jpg

As "Maravilhas da Rutte Sophia", os "Kilos de Chocolate" (onde se pode comprar chocolate a granel) e a "Porta 58" de Óbidos também estiveram representados no Mercado do Chocolate em Cascais @2016

 

Instagram

Dia a dia

Há semanas em que por mais que tente acrescentar horas e minutos aos meus dias, estes parecem-me sempre curtos demais.

Esta semana foi assim, numa luta constante contra o tempo, a tentar estica-lo e a vê-lo escapar, que nem água por entre os dedos, fazendo com que todos os planos, fossem mesmo por água abaixo.

Alguém pode parar isto, por favor … só um bocadinho ….  Tipo uns segundos para me poder encontrar…. Pode ser?!?

Obrigada….

 

cascais7451.jpg2K5A7474.JPG

Coisas que vamos fotografando - Arte Urbana em Cascais@2016

 

Instagram

Vamos para fora mas cá dentro

Estamos...

 

... ansiosos para nos pormos a caminho e admirar todo o espetáculo que a natureza tem para nos oferecer.

Depois contamos tudo!

 

alentejo.jpg

 Alentejo @ 2016

 

"We travel not to escape life, but for life not to escape us..."

 

Instagram

Boa Semana

Nunca fui grande adepta do romantismo em massa e talvez por isso nunca liguei muito ao dia dos namorados…. Acho esta coisa de haver um dia para isto ou para aquilo, um tanto ou quanto condicionante.

Gosto de dias sem datas, de surpresas sem horas e sem qualquer motivo aparente. De dias comuns em que se vive o amor, de conversas e encontros inesperados, que nos surpreendem e nos deixam com um sorriso nos lábios.

E acredito que quando sorrimos, a vida sorri para nós!

Uma excelente semana para todos, cheia de amor, carinhos e afeições….

 

amor1.jpg

 Por Portugal fora @2016

 

Instagram

Aqui celebra-se o Amor!

miradouro senhorado mundo.jpg

 Miradouro Nossa Senhora do Monte - Graça/ Lisboa

 

E porque hoje é dia dos namorados, aqui fica um post sobre a celebração do Amor!

 

Em Lisboa há um miradouro onde se celebra o amor, num ato simbólico como forma de mostrar aquilo que se sente….. afeição, amizade, amor, paixão….  Pois o amor não é exclusivo dos amantes e namorados.

A moda vem de fora!

Provavelmente de Paris, da Ponte des Arts, cujo gradeamento se encheu dos conhecidos cadeados do amor, de tal forma, que o excesso de peso e o risco de um dos pilares cair levou à remoção dos cadeados e à substituição do seu gradeamento, por paneis grafitados.

Os cadeados do amor são pequenos cadeados que os apaixonados fixam num local público e que servem para simbolizar o seu amor e união. Os nomes ou iniciais das pessoas são geralmente inscritos no cadeado e a sua chave deitada fora para simbolizar o amor inseparável.

À semelhança da Ponte des Arts em Paris, no miradouro da Senhora do Monte também é possível colocar estes cadeados, presos ao seu gradeamento e assim selar o amor.

 

miradouronet8969.jpgmiradouronet8923.jpg

Os cadeados do Amor - Miradouro Nossa Senhora do Monte

 

Ao que parece, a avaliar pelo número de cadeados no gradeamento, a moda ainda não pegou em Portugal. Mas para quem não é de modas, como eu, a ideia de ir ver o pôr do sol do cimo de um miradouro, vale por si só a viagem…. Com ou sem cadeado, sozinho ou acompanhado.

O Miradouro da Nossa Senhora do Monte está situado em frente à Ermida da Nossa Senhora do Monte, na zona da Graça, em Lisboa. O seu acesso é feito por carro (embora seja muito difícil estacionar), por elétrico (o 28 que vai até à Graça) ou ainda recorrendo aos inúmeros tuk tuk, que circulam por Lisboa.

Localizado no ponto mais alto do bairro da Graça, é um dos locais com a melhor vista sobre a cidade, de onde se avista o castelo de S. Jorge, parte da baixa de lisboa, o estuário do tejo, o bairro alto e a ponte 25 de Abril.

 

limonada02.jpglimonada015A9125.jpg

No miradouro não existem esplanadas ou cafés. Mas a Maria Limão teve a ideia de levar à Senhora do Monte limonadas fresquinhas e naturais de vários sabores, chocolate quente, chá, café e crepes (doces e salgados), para que nada nos falte enquanto saboreamos o local.

  

 

Todos os dias, dezenas de pessoas se dirigem a este miradouro apenas para admirar a vista e assistir ao pôr do sol… é fabulosa a energia que se sente aqui!

Sem cadeados, num dia sem nada de especial, fomos ver o cair da noite sobre a cidade de Lisboa e por ali ficámos…

 

miradouro02.jpg

  Vista sobre a cidade de Lisboa - Miradouro Nossa Senhora do Monte

  

Instagram

É Carnaval.... ninguém leva a mal!

Quando penso no Carnaval fico sempre dividida entre um NÃO GOSTO e um GOSTO MUITO.

Gosto das cores da multidão, imaginada ao gosto de cada um.

Gosto dos risos fáceis e tolos que não precisam de qualquer justificação. Da alegria tonta de rir sem maldade …… do outro e de nós próprios. Da ironia de fazer humor com problemas sérios da nossa sociedade.

É a altura do ano em que podemos ser o que quisermos, sem que ninguém nos leve a mal ou a sério.

Gosto do empenho das pessoas e das tradições genuínas que se fazem perpetuar nesta festa. Dos contrastes que se vivem e da diversidade cultural que encontramos espalhadas um pouco por todo o nosso país.

O Carnaval possuí uma forte tradição em Portugal. Algumas zonas do país levam um ano inteiro a preparar esta festa que arrasta multidões para as ruas, para ver o corso passar. Entre os mais conhecidos estão o Carnaval de Torres Vedras, Sesimbra, Ovar, Loures, Lamego, Loulé, Sines, Madeira e Açores (entre tantos outros).

Carnavais que vale a pena viver de perto, representativos da nossa cultura e identidade e que têm as suas origens nas nossas mais remotas tradições populares.

A par disto, o Carnaval tem também um lado mais sombrio. Aquele que camuflado pela premissa “é carnaval ninguém leva a mal”, faz com que o pessoal cometa as maiores parvoíces, disfarçadas por um espirito de brincadeira e divertimento que não tem mesmo graça nenhuma. São as bolas de água que se projetam sobre as pessoas, os ovos e a farinha… uma salganhada.

Pessoas como eu, que nestes dias tentam manter alguma normalidade, vivem "aterrorizadas" em por o pé fora de casa, por estarem sujeitas a levar com um ovo ou outro objeto voador não identificado ….. não é agradável!

Para quem tem filhos pequenos, o Carnaval é também uma época especial… eles adoram mascararem-se das suas personagens favoritas. É a altura em que o seu mundo “faz de conta” materializa-se e torna-se realidade fora de portas e do ambiente familiar.

Pelo menos até chegarem à adolescência e começarem a substituir os fatos queridos e engraçados por bombinhas de mau cheiro que deixam propositadamente no elevador à hora que a vizinha chata do andar de cima vai passear o cão…. Hoje perguntei à minha filha, se lá na escola ainda havia este péssimo hábito dos ovos, dos balões de água e das bombas de mau cheiro. Ao que ela respondeu, com a maior da naturalidade: SIM! CLAROOOOOO…..

Posto isto e se me dão licença vou ali atirar um ovos podres à janela e deixar umas bombinhas de mau cheiro no andar de cima…..

 

Bom Carnaval!

 

Instagram

Boommm diaaaa e boa sexta-feira!

tostaovo9O1818.jpg

 

Hoje o dia começou assim…. pão com ricota, abacate e ovo.

Este é um pequeno-almoço que me deixa satisfeita até à hora do almoço. Bom para aqueles dias em que precisamos de uma dose extra de energia.

De textura cremosa e suave o abacate traz muitos benefícios à nossa saúde e tem a capacidade de nos manter saciados durante bastante tempo (evitando aqueles ataques de fome, que nos levam a fazer as mais escabrosas asneiras gastronómicas).

Há milhares de receitas com estes ingredientes, aqui pela blogosfera, por isso não faço ideia se a receita é nova.

Deixo-vos a versão que fiz hoje:

- Uma fatia de pão (usei pão 8 cereais).

- Barrar a fatia de pão com queijo ricota.

- Colocar o abacate fatiado em cima da camada de queijo (às vezes coloco umas gotas de lima por cima do abacate).

- Por cima, o ovo escalfado.

- E por último, pimenta preta moída na altura. Desta vez, coloquei também uns grãos de pimenta rosa e ficou ótimo.

 

Bom apetite!

 

tostaovo9O1878.jpg

 

tostaovo9O1833.jpg

 Homemade

 

Instagram

360 graus sobre Lisboa

 

arco9O2460.jpg

Vista do terreiro do Paço e Ponte 25 de Abril 

 

É do topo do Arco da Rua Augusta que conseguimos ter uma vista assim.

Já me tinham falado da vista deslumbrante que se tem lá de cima e hoje a caminho de casa, resolvi fazer um pequeno desvio e subir a este miradouro, onde pude desfrutar de uma vista panorâmica da cidade de Lisboa. Daqui conseguimos avistar a Sé, o Castelo de S. Jorge, a baixa pombalina, o elevador de Santa justa, a ponte 25 de Abril, o Terreiro do Paço e o Tejo.

Aberto ao público desde 2013, após obras de restauro, este arco está situado entre a Rua Augusta e o Terreiro do Paço, em plena baixa pombalina.

A entrada para o monumento faz-se pela Rua Augusta, por uma porta lateral do arco, onde um elevador nos leva ao piso superior. Neste piso podem aproveitar para conhecer um pouco da história do monumento e observar o mecanismo do relógio aí existente.

A partir daqui, é só dar corda aos sapatos e subir a estreita escadaria que nos levará ao topo do monumento. Por questões de segurança, só são permitidas 35 pessoas em simultâneo, no miradouro.

As visitas são diárias, entre as 9h00 e as 19h00.

O bilhete custa 2,5 e as crianças até aos 5 anos têm entrada gratuita.

Foi o momento kit-kat do dia!

 

AA9O2355.JPGruaAugusta9O2333.jpg

Vista da Rua Augusta - baixa pombalina

 

sedeLisboa9O2621.jpg

Vista da Sé de Lisboa

Instagram

Dias de Inverno

Inverno.png

Azenhas do Mar 2016

 

Quando em miúda, dizia que adorava o inverno, chamavam-me maluca.... Continuo a ser a mesma miúda e a adorar o Inverno.

O inverno é bom para estar em casa, quentinhos e aconchegados no sofá, mas também para ver o mundo com outros olhos. É a altura do ano, em que as paisagens que conhecemos vestem-se de outras cores e enchem-se de outros cheiros.

É bom para reunir os amigos e família à volta da mesa, horas e horas à conversa, partilhar histórias, rir ou fazer sessões intermináveis de cinema. Mas também é bom para sair de casa, fazer exercício, ir correr, saltar, andar, em suma aquecer.

É bom para um passeio de bicicleta, mesmo que esteja a chuviscar. Chegar a casa a pingar, tomar um banho quente e relaxar; tão bom para sentir a chuva na cara.

Excelente, para nos agarrarmos uns aos outros e ficarmos colados e quentinhos; para namorar à lareira e se não tivermos lareira, pode ser à varanda com uma caneca de chá a ver a chuva cair, embrulhados em mantas.

Perfeito para ir à neve ou fazer grandes caminhadas, para passear na praia, com camadas e camadas de camisolas, cachecóis, botas - e ao fim de meia hora estarmos a suar e a morrer de calor; tão bom para aproveitar as praias desertas, os hotéis quase vazios e com grandes promoções.

Este fim-de-semana não foi exceção e fomos, por aí, aproveitar o Inverno.

 

Inverno7.jpgInverno8.jpg

Praia do Guincho 2016

 

Instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sobre Mim

Olá! Criei este espaço para partilhar momentos, fotografias, viagens e locais que vou conhecendo. Todas as fotos publicadas são da autoria do 365dias... espero que gostem!

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D